Perecível ao tempo

Posts Tagged ‘campanha

Nem toda propaganda existe apenas para fazer produtos sumirem das prateleiras. Aliás, é esse tipo de conteúdo publicitário que mais gosto. Estava tentando zerar o meu Feedly quando me deparei com um post dando um exemplo justamente desse tipo de propaganda.

A Polícia Federal Australiana lançou a campanha “The Missing Persons Pre-Roll”, aproveitando os anúncios do Youtube de uma das formas mais criativas já vistas. Naqueles segundos mais odiados pra quem assiste vídeos pelo Youtube, ao invés de aparecer uma propaganda qualquer, você assiste um anúncio sobre alguém desaparecido. Através de geolocalização, eles selecionam os perfis daqueles que foram vistos pela última vez próximos de sua área. No lugar de “pular o anúncio”, aparecem duas opções. Você pode marcar que não viu a pessoa ou avisar que viu e dar mais informações sobre o caso.  Em cinco dias, 238 pessoas ajudaram preenchendo o formulário.

 

 

E pra gente não ficar reclamando que campanhas assim nunca aparecem no Brasil, um ótimo exemplo de como é possível aproveitar qualquer suporte pra colocar a criatividade em ação. A campanha da Hemorio, para incentivar a doação de sangue aproveita a interface do Youtube de uma form diferente.

 

 

E pra fechar o post, outro exemplo bacana vindo da terra dos Cangurus. Aqui, quem encomendou a campanha foi a companhia de Metrô da Austrália. A ideia é alertar para a questão do uso seguro do transporte público, mostrando maneiras idiotas de morrer. Além da animação ser mega colorida e abusar dos traços simples, a canção gruda!

 

 

p.s.: Pra que quiser acompanhar a letra ou ver o que ela significa, só seguir o link!

 

 

 

Anúncios

Secretamente, crio uma grande expectativa toda vez que entro em um ônibus ou um auditório. Sempre acho que no meio do percurso, ou do espetáculo, alguém pode subir na poltrona e começar a cantar, enquanto ensaia um bailado. Pouco a pouco os demais se levantam e somam vozes, até chegar no refrão, ponto máximo da cantoria e da alegria dos presentes. Às vezes, melhor dos mundos, sou eu quem levanta do nada e começa a murmurar uma canção.

Talvez eu tenha assistido propagandas da Coca Cola demais, mas antes de saber que era possível combinar esse tipo de coisa com as pessoas, sonhava com algo espontâneo e com cara de Sessão da Tarde.

Se um dia o sonho se concretizar, acho que vai tocar Color Esperanza, do Diego Torres. A música começa lenta e vai ganhando um ritmo mais agitado, tem um refrão que cola e é super otimista, ou seja, tem todos os ingredientes de trilha de Sessão da Tarde.

 

P.s.: Desconfie das pessoas que estiverem assistindo um flash mob e não estiverem filmando. Provavelmente elas serão as próximas a começar a cantar/dançar.

 

 

Não sou publicitária mas adoro prestar atenção nas campanhas de publicidade das empresas. Seja em meio impresso ou audiovisual, a verdade é que sempre paro e presto atenção nas diversas formas de anunciar um produto.

Das propagandas mais óbvias às mais irreverentes, algumas chamam tanto a atenção que acabam virando favoritas.

Entre as várias que gosto, as da Heineken sempre chamam atenção. Não bebo cerveja, mas a originalidade das campanhas é característica da empresa holandesa.

Recentemente a empresa anunciou algumas mudanças. A principal é o novo logotipo e novo design na identidade visual. Entre outras coisas, o reposicionamento que a marca está encarando inclui um novo “lema”, batizado de “Open your world”. Esse é o nome de toda a nova campanha publicitária.

A propaganda intitulada “The Entrance” é super bem produzida e é quase o clipe completo da música. Já chegou no Brasil e chamou a atenção.

A música é “The golden age“, e a banda se chama “The Asteroids Galaxy Tour”.

Mas essa não é a única propaganda da marca com boa trilha sonora. Na sequência da campanha “Open your world” surgiu a “The Date“.

Para esta propaganda foi escolhida a música indiana “Jaan Pehechaan Ho”. e quem comanda a batida é a banda Serenades.

Outro clipe bacana é “The human equalizer”, em que pessoas de diversos estilos fazem o papel dos equalizadores.

A música é “Blang Bang Boogie” e a banda, Schwab.

Vale lembrar que as propagandas não são isoladas. Ou seja, fazem parte de toda uma estratégia de marketing, que inclui participação em eventos, ações interativas com os consumidores, atuação nas redes sociais, etc.

O vídeo abaixo mostra uma ação feita pela empresa em Taiwan, em que as pessoas podem interagir com os personagens do clipe “The Entrance”. Muito legal, queria participar de uma ação dessas também!

p.s.: Não, não trabalho para a Heineken, nem estou ganhando nada divulgando a campanha deles. Só acho muito foda o pessoal de Marketing deles e a agência publicitária Wieden + Kennedy, que criou essas últimas propagandas.


%d blogueiros gostam disto: