Perecível ao tempo

Poesias visuais

Posted on: 09/10/2011

Domingo.

Manhã.

Chuva.

Domingo de manhã com chuva.

 

Nada disso combina com passeios, mas me arrisquei a ir na Feirinha do Largo da Ordem (Curitiba, minha cidade) num domingo de manhã com chuva. E ainda bem que fui!

Entre sabonetes artesanais, mágicas e caixinhas de MDF, encontrei Hélio Leites.

Ri de suas histórias, me emocionei com suas poesias em forma de miniaturas de bailarinas e santos e voltei me sentindo melhor.

Pra quem ainda não conhece a figura, assista o vídeo abaixo.

P.s.: Assista MESMO, porque vale a pena!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: